Zorro e a importância dos sinônimos em Culturomics

Lá nos anos 1940, um personagem chamado “Lone Ranger” (conhecido no Brasil como “Cavaleiro Solitário”) foi muito confundido com o famoso Zorro simplesmente pelo fato de ambos possuírem máscara, chapéu e capa, e viverem suas aventuras no Velho Oeste. Até hoje há quem chame ambos os personagens de Zorro, de modo que é meio difícil definir quem é o Zorro “verdadeiro” (que, no caso, seria o mais antigo, antes do Lone Ranger aparecer). Isso também acontece no que diz respeito aos nomes dos organismos: assim como dois heróis diferentes podem ser conhecidos pelo mesmo nome, duas ou mais espécies distintas podem ser chamadas da mesma forma, assim como uma só espécie pode ser conhecida por vários nomes pelo público.

No mundo da taxonomia biológica também existem casos de sinonímia, contudo, diferente dos sinônimos dos nomes comuns das espécies, os sinônimos científicos podem ser mais facilmente controlados, o que, com certeza, evita levar os taxonomistas à loucura. Isso foi demonstrado em um artigo recente na Ecological Indicators, onde Ricardo Correia e sua equipe Paul Jepson, Ana Malhado e Richard Ladle – todos integrantes do LACOS 21 – comprovaram a importância dos sinônimos científicos das espécies em estudos de Culturomics.

Continuar lendo

Mudanças climáticas e biodiversidade são motivos de discussão em evento acadêmico

Como de praxe, o Programa de Pós-Graduação em Diversidade Biológica e Conservação nos Trópicos (PPG-DiBiCT) realizou no mês de maio o BIPAI (Banca de Indução a Publicação de Alto Impacto), evento acadêmico anual em que o programa convida para compor a banca professores com Produtividade em Pesquisa de diferentes instituições. O objetivo é avaliar os projetos dos alunos ingressantes do ano (mestrado e doutorado), do ponto de vista metodológico e teórico, a fim de melhorá-los para que possam gerar bons resultados e que também gerem publicação em revistas de alto impacto, já para as aula públicas de qualificação dos alunos de doutorado (temas atuais relacionados à biodiversidade) são avaliados: a capacidade do discente de planejamento e organização da aula, o domínio do conteúdo proposto, capacidade de comunicação, síntese, terminologia utilizada entre outros.

Alunos integrantes do LACOS 21 fizeram suas apresentações de mestrado, doutorado e aulas públicas de qualificação. Os impactos das mudanças climáticas na biodiversidade foi tema do doutorando José Gilmar. Em sua aula, Gilmar apresentou uma compilação dos principais tipos de respostas que estão sendo observadas nos organismos, atualmente, frente às mudanças climáticas e quais os efeitos que podemos esperar com as expectativas de maiores mudanças climáticas em decorrência do aquecimento global.

O tema apresentado não foi o mesmo de sua pesquisa da tese, onde o mesmo trabalha com áreas protegidas e governança, mesmo assim foi aprovado com sua aula admirável. Portanto, o LACOS 21 não poderia deixar de convidá-lo a puxar o assunto aqui, no nosso espaço!

Continuar lendo

8 de junho: Dia Mundial dos Oceanos

Hoje, dia 8 de Junho é celebrado o Dia Mundial dos Oceanos!
Essa data foi criada durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente, a Rio-92.
A criação do Dia dos Oceanos tem como principal objetivo relembrar a importância dos oceanos para o equilíbrio da vida no planeta Terra.
Anualmente, o Dia Mundial dos Oceanos apresenta um tema diferente. Em 2018, o tema escolhido para celebrar esta data é: “Prevenir a poluição plástica e encorajar soluções para um oceano saudável”.
Várias atividades estão sendo realizadas hoje ao redor do mundo, e nós do Lacos recomendamos que vocês assistam esse filme e junte-se a nós na luta para conscientizar a população sobre o impacto da poluição plástica nos nossos mares!
Seja também um Guardião dos Oceanos

Por Bárbara Pinheiro